Biblioteca do Santuário do Caraça guarda preciosidades



Letra de 'Dom Pedro II' está registrada no livro "Conselheiro Francisco José Furtado: biografia e estudo de história política contemporânea", escrita por Tito Franco de Almeida e publicada em 1867; em suas anotações, o imperador eternizou discordâncias com o autor da obra

Muitas pessoas conhecem a história de Dom Pedro II, seja através de livros didáticos ou por meio de obras, como, séries e telenovelas que contam sobre sua vida e importância para o Brasil. No entanto, poucos tiveram a oportunidade de ver de perto como era, por exemplo, sua letra e, acredite, no Santuário do Caraça, destino turístico mineiro conhecido mundialmente, é possível ver essa e outras relíquias, conforme aponta Márcio Mol, gerente geral do complexo.

O gerente geral do Santuário do Caraça, Márcio Mol lembra que a biblioteca está instalada no prédio onde funcionava o célebre Colégio do Caraça, incendiado no ano de 1968. “No local é possível encontrar, além de livros usados pelos padres para o ensino, vinis e radiolas com ensino de inglês e outras disciplinas. Nossa equipe trabalha seguindo técnicas que visam preservar o nosso acervo, desde a armazenagem, até o manuseio em si, pois há registros aqui com mais de 500 anos”, conta.

Márcio Mol destaca que, para preservar esses livros, que são raridades, é necessário manter um trabalho ativo. “Se uma outra obra é atacada por fungos, nós a congelamos 15 dias para preservá-la. Existe todo um processo para manter a obra intacta, como a higienização das páginas e todo um cuidado técnico para o manuseio. Para o gestor do destino turístico, o registro da letra de Dom Pedro II é, com toda certeza, uma das grandes relíquias do local. “Quem vem ao Santuário do Caraça não imagina o tanto de coisas que guardamos. Por exemplo, no dia 12 de abril de 1881, Dom Pedro II visitou o Colégio do Caraça reconhecendo a biblioteca como uma das mais importantes do Império. Mas não apenas isso, ele deixou algumas anotações no “Conselheiro Francisco José Furtado: biografia e estudo de história política contemporânea”, escrita por Tito Franco de Almeida e publicada em 1867, com algumas discordâncias que ele tinha em relação ao autor. Com isso temos o registro histórico de sua letra. Mas, além desse livro, temos ainda outras relíquias”, finaliza.

Outros atrativos O Caraça é uma estrutura cultural em constante formação. Começou por volta de 1770, quando o Irmão Lourenço de Nossa Senhora iniciou a construção do hospício, como então era chamada a hospedaria para acolher peregrinos, e uma ermida – capela barroca, dedicada a Nossa Senhora Mãe dos Homens. Posteriormente, a instituição transformou-se em Colégio e Seminário. Atualmente o lugar mantém a sua essência, proporcionando às pessoas a chance de interagir com sua história.

O complexo é tombado como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e Estadual. Foi escolhido como uma das 7 Maravilhas da Estrada Real. Conta com um amplo Conjunto Arquitetônico onde estão a primeira igreja de estilo neogótico do Brasil, o prédio do antigo Colégio (hoje Museu e Biblioteca), o hotel com 54 apartamentos e quartos, com capacidade para até 230 pessoas, e a Fazenda do Engenho, com 26 apartamentos. O Complexo do Caraça possui enorme diversidade de fauna e flora, com raridades de animais e plantas no meio ambiente. Na ampla diversidade de sua fauna, há 386 espécies de aves, 42 espécies de répteis, 12 espécies de peixes e 76 espécies de mamíferos. A Reserva Particular do Patrimônio Natural do Santuário do Caraça faz parte de duas importantes reservas ecológicas, as Reservas da Biosfera da Serra do Espinhaço Sul e a da Mata Atlântica, onde há diversas espécies de flora e fauna, algumas encontradas somente no Complexo do Santuário do Caraça, que fica na transição entre Mata Atlântica e Cerrado, onde também há campos rupestres. Em suas srras há nascentes, ribeirões e lagos que possuem águas de coloração escura, que carreiam material orgânico em suspensão.

Seu solo é rico em minérios, explorados nos séculos anteriores, e com grande concentração de quartzito ou rocha metamórfica. Desde 2011, passou a ser preservado contra exploração comercial. O clima tem baixas temperaturas e elevada umidade do ar, comuns em ambientes de mata. O território do Complexo do Caraça integra a Área de Proteção Ambiental ao Sul da Região Metropolitana de BH, onde começam duas grandes bacias hidrográficas, a do rio São Francisco e a do rio Doce, que abastecem aproximadamente 70% da população de Belo Horizonte e 50% da população de sua região metropolitana.

Museu O museu, montado a partir de mobiliário e artefatos diversos de uso diário, pertencentes ao próprio Caraça e com algumas peças remanescentes de séculos passados, constituium interessante lugar de visitação, diariamente procurado pelos hóspedes e visitantes, através de percursos guiados pelos monitores ou por conta própria.

Igreja Neogótica O Santuário do Caraça é a primeira igreja neogótica do Brasil, construída sem mão-de- obra escrava e toda com material regional: pedra-sabão (retirada de perto da Cascatona), mármore (das proximidades de Mariana e Itabirito, Gandarela) e quartzito (da região do Caraça e vizinhanças), unidas com produtos de base de cal, pó de pedra e óleo.

Trilhas Por meio de trilhas seguras e de trajetos mais ou menos longos e bem sinalizados, é possível ter acesso às diversas atrações naturais e contato direto com a biodiversidade local.

Santuário do Caraça Localização: Estrada do Caraça, Km 9 - Entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara Fácil acesso pelas rodovias BR 381 e MG 436, além do cômodo acesso por trem (Estação Dois Irmãos - Barão de Cocais) Taxa de entrada: Dias de semana: R$ 20 Finais de semana, feriados e datas comemorativas: R$30 (por pessoa) Idosos contam com 50% de desconto Moradores de Barão de Cocais, Catas Altas e Santa Bárbara: R$10 por pessoa (qualquer dia) Entrada gratuita na 1ª quarta-feira de cada mês (mediante agendamento) Site com opções de hospedagens: www.santuariodocaraca.com.br Reservas: centraldereservas@santuariodocaraca.com.br Instagram: @santuariodocaraca Facebook: www.facebook.com/santuariocaraca/ Assessoria de imprensa: Grupo Balo – www.grupobalo.com Heberton Lopes – hlopes@grupobalo.com Felipe de Jesus – imprensa@grupobalo.com (31) 3637 8008 | (31) 98988 7616