top of page

Curiosidade: pedra em que Dom Pedro II teria escorregado é preservada no Santuário do Caraça



Viagem do imperador ao Caraça, no ano de 1881, trouxe deslumbramento, situações inusitadas, como o escorregão, mas muito conhecimento; sua frase - Só o Caraça paga toda a viagem a Minas - ganhou fama


O Santuário do Caraça (Estrada do Caraça, Km 9 - entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara) guarda consigo histórias marcantes que vão muito além da sua fundação pelo Irmão Lourenço e dos seminaristas que passaram por ali. Uma curiosidade histórica é que Dom Pedro II esteve no local no ano de 1881, acompanhado por sua esposa, a imperatriz Teresa Cristina, para conhecer as belezas do local, que foram registradas em seu diário. E foi nesta ocasião que a famosa frase do imperador: “Só o Caraça paga toda a viagem a Minas” ficou marcada para sempre. Além do relato do monarca, outra situação chama a atenção: um suposto escorregão que teria feito o imperador cair de costas, originando a Pedra do Tombo de Dom Pedro II, que se tornou uma atração à parte no destino turístico.

De acordo com a Gerente de Hospedagem do Santuário do Caraça, Lucélia Valadares, mesmo tendo sido um acidente desconfortante para Dom Pedro II, a situação mostrou que o imperador tinha bom humor, já que, de acordo com a história oral, ele quase se machucou, mas mesmo assim, continuou sua saga no Caraça. “O tombo que ele teria sofrido na ladeira das Sampaias, no ano de 1881, acabou se tornando algo marcante, já que, por causa deste fato, a pedra foi datada e demarcada para que o a situação inusitada não fosse esquecida, se tornando mais uma atração no Santuário do Caraça. Mesmo tendo sido uma queda constrangedora, pelos relatos da época, o imperador manteve o humor e continuou sua caminhada e prova do seu encantamento, foi que ele ficou impressionado com a beleza do Caraça, dizendo para a comitiva que o acompanhava: Só o Caraça paga toda a Viagem a Minas”, explica.

O encantamento de Dom Pedro II foi tão grande, que ele acabou registrando tudo em seu diário. Para os turistas que visitam o Caraça, um prato cheio de muito conhecimento, já que no local, além da pedra onde o imperador escorregou, os objetos do quarto que foi preparado para ele e para sua esposa se hospedarem, estão no museu. “Ele se encantou com o que viu no Caraça e por isso, fez questão de detalhar tudo em seu diário, desde a serra, as cascatas e outras belezas. Com isso, ficou claro que a visita agradou o imperador, tanto que ele ordenou que fosse encomendado da França um belíssimo vitral e o presenteou à Igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens, cuja construção estava terminando. Para o turista sentir o clima histórico, móveis e objetos, como as camas em que ele e dona Teresa Cristina dormiram, ou o penico imperial, estão no museu. Vale a pena conhecer, pois faz parte da nossa história”, conclui Lucélia Valadares.

Mais atrações Gastronomia A gastronomia do Caraça é um ponto que merece atenção especial dos visitantes. Além da experiência de comer no refeitório histórico, com toda a simplicidade e variedade de sabores da comida mineira, há uma adega no local onde dá para ver o processo de produção dos vinhos de uva e jabuticaba do hidromel. Há também a padaria, que fabrica pães, bolos e biscoitos, e a doçaria, para doces, geleias e compotas. O queijo minas artesanal, cujo processo de fabricação existiu há mais de 200 anos e foi resgatado, é uma das delícias mais procuradas no Santuário e é matéria prima de vários pratos da região em concursos e festivais gastronômicos.

Fonte de conhecimento O complexo é tombado como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e Estadual. Foi escolhido como uma das Sete Maravilhas da Estrada Real. Conta com um amplo Conjunto Arquitetônico onde estão a primeira igreja de estilo neogótico do Brasil, o prédio do antigo Colégio (hoje Museu e Biblioteca), o hotel com 57 apartamentos e quartos, com capacidade para até 230 pessoas, e a Fazenda do Engenho, com 26 apartamentos. O Complexo do Caraça possui enorme diversidade de fauna e flora, com raridades de animais e plantas no meio ambiente. Na ampla diversidade de sua fauna, há 386 espécies de aves, 42 espécies de répteis, 12 espécies de peixes e 76 espécies de mamíferos.

A Reserva Particular do Patrimônio Natural do Santuário do Caraça faz parte de duas importantes reservas ecológicas, as Reservas da Biosfera da Serra do Espinhaço Sul e a da Mata Atlântica, onde há diversas espécies de flora e fauna, algumas encontradas somente no Complexo do Santuário do Caraça, que fica na transição entre Mata Atlântica e Cerrado, onde também há campos rupestres. Em suas serras há nascentes, ribeirões e lagos que possuem águas de coloração escura, que carreiam material orgânico em suspensão.

Seu solo é rico em minérios, explorados nos séculos anteriores, e com grande concentração de quartzito ou rocha metamórfica. Desde 2011, passou a ser preservado contra exploração comercial. O clima tem baixas temperaturas e elevada umidade do ar, comuns em ambientes de mata. O território do Complexo do Caraça integra a Área de Proteção Ambiental ao Sul da Região Metropolitana de BH, onde começam duas grandes bacias hidrográficas, a do rio São Francisco e a do rio Doce, que abastecem aproximadamente 70% da população de Belo Horizonte e 50% da população de sua região metropolitana.

Biblioteca A Biblioteca hoje está instalada no prédio onde funcionava o célebre Colégio, que hoje abriga também o Museu, o Arquivo e um Centro de Convenções

Museu O museu, montado a partir de mobiliário e artefatos diversos de uso diário, pertencentes ao próprio Caraça e com algumas peças remanescentes de séculos passados, constitui um interessante lugar de visitação, diariamente procurado pelos hóspedes e visitantes, através de percursos guiados pelos monitores ou por conta própria.

Igreja Neogótica O Santuário do Caraça é a primeira igreja neogótica do Brasil, construída sem mão-de-obra escrava e toda com material regional: pedra-sabão (retirada de perto da Cascatona), mármore (das proximidades de Mariana e Itabirito, Gandarela) e quartzito (da região do Caraça e vizinhanças), unidas com produtos de base de cal, pó de pedra e óleo.

Serviço Santuário do Caraça Local: Estrada do Caraça, Km 9 - Entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara - CEP 35960-000 Fácil acesso pelas rodovias BR 381 e MG 436, além do da possibilidade de ir por trem (Estação Dois Irmãos - Barão de Cocais) Taxa entrada: R$ 20 (em dias de semana) Finais de semana, feriados e datas comemorativas: R$30 (por pessoa) Idosos: 50% de desconto Moradores de Barão de Cocais, Catas Altas e Santa Bárbara R$10 por pessoa (qualquer dia) Entrada gratuita na 1ª quarta-feira de cada mês (mediante agendamento) Site com opções de hospedagens: www.santuariodocaraca.com.br Reservas: centraldereservas@santuariodocaraca.com.br Instagram: @santuariodocaraca Facebook: www.facebook.com/santuariocaraca/

Assessoria de imprensa: Grupo Balo – www.grupobalo.com Heberton Lopes – hlopes@grupobalo.com Felipe de Jesus – imprensa@grupobalo.com (31) 3637 8008 | (31) 98988 7616

댓글


bottom of page