O profissional de enfermagem exerce papel fundamental nos cuidados às pessoas com deficiência intelectual durante a pandemia

14/05/2020

 

 

 

O CENSA Betim, entidade que é referência nacional, com mais 55 anos de atuação nos cuidados a pessoas com deficiência, conta com enfermeiros 24 horas no seu quadro fixo de funcionários para dar todo o suporte necessário aos educandos

 

Uma das profissões mais aplaudidas nos últimos tempos, devido ao empenho dos profissionais no combate à pandemia do COVID-19, a enfermagem exerce papel fundamental na área da saúde. De acordo com levantamento realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), dos 3,5 milhões de trabalhadores da área da saúde, cerca de 1,6 milhão são da enfermagem. O CENSA Betim, instituição que é referência nacional nos cuidados às pessoas com deficiência intelectual, com mais de 55 anos de atuação, não abre mão de ter estes profissionais em seu quadro fixo de funcionários, que conta com uma equipe de enfermagem altamente qualificada.

 

De acordo com Natália Costa, mestre em psicologia e diretora do CENSA Betim, a função da enfermagem na instituição é essencial. “Dentro da equipe transdisciplinar, nossos enfermeiros cuidam de todas as demandas do posto de enfermagem, dão suporte ao nosso médico e supervisionam o trabalho da equipe de cuidadores. Nestes tempos de pandemia, o empenho de todos tem sido fundamental para evitar que nossos educandos [pessoas com deficiência intelectual atendidas pelo CENSA] e colaboradores se contaminem”, explica.

 

A chefe da equipe de enfermagem do CENSA Betim é Márcia Abreu, enfermeira, especialista em Urgência e Emergência que trabalha na entidade há mais de 24 anos no atendimento à pessoa com deficiência e suas famílias. Atualmente, além das suas funções rotineiras, o seu trabalho é enfrentar desafios diários para tentar blindar os educandos para que o COVID-19 não entre na instituição. Ela conta que existem algumas considerações que devem ser levadas em conta para o enfrentamento da pandemia dentro do CENSA. “De modo geral, as pessoas com deficiência intelectual de moderada a grave podem apresentar dificuldades para expressar claramente o que estão sentindo ou mesmo indicar qual parte do corpo apresenta dor ou mal-estar. Por isso, necessitam de uma atenção especial e algumas pessoas demandam um cuidador de referência para observar e relatar as ocorrências, mesmo as mais simples do dia a dia, como a ocorrência ou não de enurese [ato de urinar na cama], hidratação, tosse ou qualquer outro sintoma gripal”, explica.

 

Segundo Márcia Abreu, a equipe de enfermagem e de cuidadores acompanha os educandos do CENSA Betim 24 horas por dia, para dar total apoio. Ela ainda lembra eles dão atenção especial para os educandos que fazem parte do grupo de risco. “Seja nas atividades de vida diária, como banho e alimentação, quanto nos atendimentos com a equipe transdisciplinar, como fisioterapeuta, fonoaudióloga, psicóloga e pedagoga, ficamos 24 horas à disposição para ajudá-los. Perante a Pandemia da COVID19, os procedimentos de higienização das mãos foram reforçados, bem como a frequência e o tempo de execução. Há uma atenção especial para os educandos com mais de 60 anos, bem como aqueles que necessitam deambular de mãos dadas com cuidadores, estes deverão lavar as com mais frequência, não devendo deixá-los manipular o rosto, boca, olhos e nariz”, salienta.

 

Cuidados


Além das recomendações, como, lavar sempre as mãos e evitar o contato com a boca, olhos e nariz, a enfermeira Márcia Abreu ainda adiciona que existem mais alguns cuidados imprescindíveis. “Uma outra recomendação constante é a hidratação oral frequente e o uso dos espaços ao ar livre. Os educandos que apresentarem tosse e forem colaborativos, é indicado o uso de máscaras, bem como mantê-los distantes dos demais. A verificação dos sinais vitais, tais como a temperatura corporal e a pressão arterial, também tem recebido atenção especial. Tudo isso somado a uma alimentação saudável e balanceada ofertada no refeitório do CENSA sob o olhar atento de uma nutricionista. Além disso, da administração da medicação nas doses recomendadas e no horário correto prescrito pelos médicos da instituição, compõe o rol de atenção da equipe de cuidadores e enfermeiros. Essa rotina é ininterrupta e se desenvolve durante as 24 horas do dia e em todos os sete dias da semana. O trabalho é desafiador, porém compensatório, principalmente com a parceria das famílias que estão sempre presentes no CENSA Betim”, conclui.

 

CENSA Betim

 

Fundado em 1964, o CENSA Betim é um local para cuidados básicos e um espaço para ser e conviver. Sua missão é atender as necessidades da pessoa com deficiência intelectual, associada ou não a outros transtornos, e da sua família, assegurando-lhes qualidade de vida e uma educação socializadora. O CENSA Betim conta com uma equipe transdisciplinar, convênios e parcerias. Além disso, oferece uma proposta diferenciada com atividades esportivas e recreativas, escolaridade especial, equitação e oficinas de música, teatro e artesanato. Tudo isso em um ambiente familiar e integrado à natureza. Para dar todo o suporte e orientação necessária para os educandos da instituição, o CENSA Betim dispõe de três diferentes modalidades de atendimento. Os diários, que acontecem sempre de segunda à sexta, entre 08h às 17h, o atendimento Integral, com funcionamento 24 horas que engloba hospedagem por tempo indeterminado; e a hospedagem periódica, que são especificamente para os planos de finais de semana, férias ou de acordo com as necessidades de cada família.

 

Centro Especializado Nossa Senhora D'Assumpção - CENSA Betim

 

Endereço: Rodovia Fernão Dias, Km 494 - S/N | Betim - MG

 

Telefone: (31) 3529-3500

 

E-mail: contato@censabetim.com.br

 

Assessoria de imprensa:

Grupo Balo - https://www.grupobalo.com

Heberton Lopes - hlopes@grupobalo.com

Felipe de Jesus - imprensa@grupobalo.com

(31) 3637 8008 - (31) 98988 7616

Please reload

© 2018 Grupo Balo

CLIENTES