Canal das Trilhas denuncia despejo de lixo próximo a Cachoeira das Codornas, em Itabirito



O youtuber e trilheiro Raphael Panicalli, que desbrava terrenos em todo o país, ficou impressionado com a falta de cuidado com o meio ambiente por parte de visitantes do local paradisíaco


Sempre em busca de mostrar lugares desconhecidos por muitos turistas em Minas Gerais e no Brasil, o youtuber e trilheiro Raphael Panicalli, do Canal das Trilhas, vem chamando a atenção dos espectadores pela sua atenção aos detalhes da natureza. No entanto, desta vez, a caminho para a Cachoeira das Codornas (a 40 km de BH, divisa de Itabirito e Nova Lima), para mais uma trilha, ele ficou impressionado e decepcionado ao perceber o tanto de lixo que está jogado no trajeto. Além disso, o trilheiro se espantou ao ver que o acesso até a cachoeira foi fechado com um portão.

Logo que começaram a fazer trilha até a Cachoeira das Codornas, o youtuber teve uma surpresa encantadora ao ver uma serpente. “Achamos a cobra mais perigosa que eu conheço. A cor dela é chamativa e para mim, uma das coisas mais lindas da natureza. A Poliana ficou assustada de ver de perto, já que ela quase pisou, por isso, eu lembro aos turistas, nunca fiquem descalços em uma trilha. Não minto que o meu coração estava batendo forte, pois eu estava louco para ver um bicho tão bonito como esse. Não é exagero, mas uma cobra-coral não é fácil de se encontrar no mato nos dias de hoje. Um achado maravilhoso que a natureza nos proporcionou nessa caminhada”, disse.

No entanto, após ver essa maravilha da natureza, Raphael Panicalli teve uma decepção, já que quase chegando na cachoeira, ele avistou um montante de lixo. Para ele, foi difícil ter que filmar essa situação para o público. “Nessa exata hora nós ficamos muito decepcionados com tanto de lixo e a atitude feia das pessoas que deixam tantas coisas nas trilhas. Por isso que elas acabam sendo cobradas por essa atitude, já que falamos de um crime ambiental. Fiquei assustado de tanto dejeto acumulado, pois isso contamina não somente o solo, mas é um grande risco para os animais silvestres. É muito triste visitar uma cachoeira tão bonita como essa, que nem todo mundo conhece, e ver isso. É preciso que fiquemos atentos para cuidarmos mais do nosso meio ambiente”, comenta.

Ainda de acordo com Raphael Panicalli, mesmo tendo seguido a trilha até a cachoeira e aproveitado para dar um mergulho, a imagem do lixo jogado próximo a corrente de água ficou em sua mente. “Aquele momento passou, mas a indignação foi demais. Por isso voltei dias depois no local para fazer o recolhimento. Levamos alguns equipamentos para retirar o lixo e em pouco tempo de caminhada já começamos a fazer o trabalho. Achamos, garrafas, sacos plásticos, latas enferrujadas e todo o tipo de sujeira. Além de mostrar as nossas belezas para o mundo, por meio da rede mundial de computadores, a partir de agora o Canal das Trilhas se engaja na conscientização acerca da preservação das matas e rios”, conclui.

Assista ao vídeo: https://youtu.be/ViI3-zIA0zI


Assessoria de imprensa Grupo Balo – www.grupobalo.com Heberton Lopes - hlopes@grupobalo.com Felipe de Jesus - imprensa@grupobalo.com 31 3637 8008 | 31 98988 7616