Festival Cantos de Beagá realiza a sua segunda edição neste sábado com o tema 'culinária agroecológi


Chef Carol Dini - Foto: Breno da Matta.


Evento on-line acontece no dia 12 de dezembro e comemora o aniversário da capital mineira com as apresentações de Maíra Baldaia e Sérgio Pererê, cozinha show com as cozinheiras Juliana Duarte, Patrícia Brito e Carol Dini, acompanhadas pelo contador de histórias Roberto de Freitas; para promover a acessibilidade, toda a iniciativa contará com uma intérpretes de libras


O aniversário de Belo Horizonte será comemorado com uma grande festa on-line neste sábado. No dia 12 de dezembro, quando a capital mineira completa 123 anos de história, a Favo Cultural presenteia a cidade com a segunda edição do Festival Cantos de Beagá. O evento, que conta com o patrocínio da Prefeitura de Belo Horizonte por meio da Belotur, será transmitido a partir das 17h pelo YouTube da empresa e terá como tema “Trilhando a culinária agroecológica”, com as apresentações musicais de Maíra Baldaia e Sérgio Pererê, além da cozinha show com as chefs Juliana Duarte, Patrícia Brito e Carol Dini, acompanhadas pelo contador de histórias Roberto de Freitas e pela apresentadora Fernanda Izidoro. O público poderá participar da iniciativa sem pagar nada.

De acordo com Nina Morena, uma das idealizadoras do festival, a segunda edição do Festival Cantos de Beagá traz como tema a culinária agroecológica por ser um assunto que tem despertado o interesse das pessoas. “O setor gastronômico vem ganhando cada vez mais corpo em Belo Horizonte. Tanto, que em 2019 a cidade passou a fazer parte da Rede de Cidades Criativas da Unesco pela Gastronomia, título este, que têm na criatividade um fator estratégico para o desenvolvimento urbano sustentável. A gastronomia na capital mineira, além de possuir autenticidade, contribui na articulação de iniciativas relacionadas à agricultura urbana e à agroecologia. E uma das vertentes da gastronomia que tem despertado curiosidade e interesse nas pessoas, principalmente nesse momento de repensar o consumo é a culinária agroecológica”, explica.

Nina Morena reforça que a culinária agroecológica busca pela origem dos insumos e consequentemente cria uma relação mais íntima e saudável com o alimento, protagonizando a produção da agricultura familiar. “Isso agrega o valor na elaboração dos pratos, promove o turismo gastronômico e cultural, fomenta a produção, a comercialização e o consumo de alimentos agroecológicos, valoriza o trabalho das mulheres e principalmente a economia local”, completa.

Cozinha show

A chef Juliana Duarte mostrará, direto do Restaurante Cozinha Santo Antônio, como é construído o seu prato “Mexeriboca”, iguaria que mistura galinha e carne, feijão, arroz vermelho de Jaboticatubas, farinha, molho de pimenta e queijo. Já Patrícia Brito vai apresentar os “Pratos da terra, memória e criação para pratos festivos. E a cozinheira e escritora Carol Dini fará uma demonstração de receitas de vegetais de variadas texturas para guardar na geladeira por mais de uma semana. Todo esse show na cozinha será mediado por Roberto Freitas, que contará histórias e causos sobre a culinária.

Cantos e Sabores de BH

Além da deliciosa viagem gastronômica, o público vai conhecer alguns lugares de Belo Horizonte sob o olhar dos guias de turismo Ana Virgínia Cândido, Elayne Oliveira e Roberto Falcão. Porém, antes da data de realização do evento, os internautas serão incentivados a participar da campanha #petiscosdeBeagá, realizada por meio de postagens nas mídias sociais. Uma série de fotografias de diferentes petiscos de botecos será divulgada nas redes da Favo Cultural, que incentivará que os seguidores compartilhem também imagens dos seus tira gostos preferidos.

Sustentabilidade e cidadania

As redes sociais da Favo Cultural promoverão a campanha “Vamos botar verde no cimento”, que tem como objetivo fomentar o cultivo de hortas caseiras. Além disso, o protagonismo feminino na construção da agroecologia será exaltado por meio de posts na ação “Sem feminismo não há agroecologia”. Assim como na primeira edição, a acessibilidade também é uma das prioridades do Festival Cantos de Beagá. Por isso, toda a iniciativa contará com a tradução realizada pela intérprete de libras Dinalva Andrade.

Que tal Beagá?

Belo Horizonte traz em si a mistura de uma grande capital com o jeito de uma cidadezinha do interior. Conhecida por seus inúmeros botecos, BH também é referência cultural e gastronômica. Para quem busca roteiros rápidos e de baixo custo, a capital mineira é o lugar perfeito. Como o circuito cultural gratuito, que inclui vários museus localizados ao redor da Praça da Liberdade e o maravilhoso Conjunto Arquitetônico da Pampulha, recentemente declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, que conta com a Igrejinha de São Francisco. A capital mineira é uma cidade criativa, pulsante, cada vez mais conectada. Um espaço urbano moderno, versátil, fascinante, que supera expectativas e se renova todos os dias nesses quase 123 anos. http://portalbelohorizonte.com.br/

Sobre o Festival Cantos de Beagá

A segunda edição do Festival Cantos de Beagá é realizado pela Favo Cultural e conta com o apoio da Bagueteria Francesa. De acordo com Lúcia Rêgo, a iniciativa, que teve a sua primeira edição em setembro, foi desenvolvida para preencher uma lacuna na cultura, turismo e entretenimento que surgiu na capital mineira em razão da pandemia. “A ideia é promover os pontos turísticos, a cultura e os encantos de Belo Horizonte, durante esse momento tão complicado que estamos vivendo, incentivando as pessoas a conhecerem locais da cidade, mesmo sem sair de casa”, completa.

Sobre as atrações

Roberto de Freitas

Roberto de Freitas, que vai mediar a Cozinha Show, é considerado como um dos melhores contadores de história do Brasil e destaca-se também pelo seu trabalho de pesquisa de histórias e cantigas da tradição oral. Hoje, se dedica exclusivamente às histórias, apresentando-se em teatros, bibliotecas, bares, escolas, praças e empresas. Seu trabalho é marcado pelo ineditismo e pelo carisma com que relaciona com a sua plateia, pelo humor e musicalidade, elementos que contribuem para dar a tonalidade natural à sua performance.

Cozinheira e escritora Carol Dini

Carol Dini, advogada por formação começou a cozinhar há cerca de 10 anos por um acaso. O amor pela cozinha foi aumentando e por isso passou a estudar bastante os alimentos. Carol entende que seu trabalho está alinhado com uma alimentação saudável que produz o mínimo impacto ambiental possível, isso a levou a querer compartilhar com mais pessoas receitas fáceis e acessíveis. Atualmente dá cursos, presta consultorias de planejamento alimentar para famílias e cria menus para restaurantes.

Chef Juliana Duarte

Historiadora, pesquisadora de história da gastronomia mineira, mestranda do departamento de História da UFMG. Chef da Cozinha Santo Antônio. “A cozinha é um jeito de me expressar e de me conectar com a minha história. Busco nas tradições e nos ingredientes regionais inspiração para a criação de pratos que dialoguem com o presente”, disse Juliana

Cozinheira Patrícia Brito

Cozinheira experimental, pesquisadora alimentar, atua sobretudo com memória gustativa, faz formação alimentar, engajada em política cultural, especializada em política patrimonial no campo da arquitetura e da imaterialidade. Graduou-se em Letras, mas a veia “gustativa” e artística traçou um percurso engajado em movimentos culturais e sociais com trabalhos realizados em banquetes públicos.

Maíra Baldaia

A artista, que é cantaurora, atriz, modelo comercial e diretora de comunicação, apresentará o show “REMIX-SE”, em que se apresenta acompanhada das produtoras musicais e instrumentistas Débora Costa e Verônica Zanella, que traz ao público uma nova pesquisa sonora de seu trabalho autoral - o afro pop mineiro. Essa pesquisa está presente nos lançamentos mais recentes da artista - o EP "REMIX-SE" e o single “TEMPOIÔ” - nos quais Maíra Baldaia revisita as suas criações, construindo uma transição sonora e estética para o novo álbum que lançará em 2021. “REMIX-SE” (EP/ 2020) traz releituras de músicas lançadas anteriormente em “POENTE e outras paisagens" (CD/ 2016) e “MAIS” (DVD/ 2018).

Sérgio Pererê

De djembé a guitarra, de charango a rabeca, Sérgio Pererê é um multi-instrumentista, com destaque para o trabalho como percussionista. Trata-se também de um intérprete de timbre peculiar, melódico e potente, que adota no palco uma persona artística magnética. Soma-se a isso o compositor profundo – mas que não se perde em hermetismos – cujas composições já foram gravadas por nomes como Ceumar, Titane, Fabiana Cozza, Eliana Printes e Maurício Tizumba. Mineiro de Belo Horizonte, Pererê fez parte dos grupos Pedra de Tucum, Avone e Tambolelê – com o qual excursionou pela Europa, EUA, Nova Zelândia e México -, mas seu trabalho solo pode ser considerado o mais expressivo de sua carreira e onde as referências afro-mineiras encontram-se de forma mais inovadora com vertentes da contemporaneidade. Faz parte desse trabalho quatro CDs autorais: Linha de Estrelas (2005), Labidumba (2008), Alma Grande, Ao Vivo (2010) e Serafim (2011). O artista também já dividiu o palco com Milton Nascimento, Naná Vasconcelos, Wagner Tiso e João Bosco e, integrou o grupo Sagrado Coração da Terra, ao lado de Marcus Viana. Serviço

Festival Cantos de Beagá – 2ª edição Tema: Trilhando a culinária agroecológica Data: 12 de dezembro (sábado) Horário: 17h Transmissão gratuita pelo canal da Favo Cultural no YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCuV-kpwqTfBjvQLLOjkgrrQ

Programação:

Apresentação: Fernanda Izidoro Pocket show: Maíra Baldaia Cantos e Sabores de BH: Roots Ativa (guia de turismo Elayne Oliveira) Cozinha show: Cozinheira Patrícia Brito - mediação do contador de história Roberto de Freitas Cantos e Sabores de BH: Bairro Santo Antônio (guia de turismo Ana Virgínia Cândido) Cozinha show: Chef Juliana Duarte, Restaurante Santo Antônio Cantos e Sabores de BH: Bairro Santa Tereza (guia de turismo Roberto Falcão) Cozinha show: Cozinheira e escritora Carol Dini - mediação do contador de história Roberto de Freitas Pocket show: Sérgio Pererê Realização: FAVO Cultural - Lúcia Rêgo I Nina Morena I Raphael Muniz I Caíque Muniz Patrocínio: Belotur e Prefeitura de Belo Horizonte Assessoria de imprensa:

Grupo Balo – www.grupobalo.com Heberton Lopes - hlopes@grupobalo.com Felipe de Jesus - imprensa@grupobalo.com Plantão 24 horas exclusivo para jornalistas: 31 9 8988 7616

CLIENTES

© 2018 Grupo Balo